Va al Ejemplar actual
PNUMAPNUD
Edición Impresa
MEDIOAMBIENTE Y DESARROLLO
 
Inter Press Service
Buscar Archivo de ejemplares Audio
 
Home Page
Ejemplar actual
Reportajes
  Análisis
  Grandes Plumas
  Acentos
  Entrevista y P&R
  Ecobreves
  ¿Lo sabías?
  Tú puedes
  Libros
  Galería
Ediciones especiales
Gente de Tierramérica
  ¿Quiénes somos?
Geojuvenil
Espacio de debate hecho por jóvenes y para Jóvenes
Geojuvenil
 
Cambio Climático
Proyecto de soporte a negociación ambiental

Cambio Climático

  Inter Press Service
Principal fuente de información
sobre temas globales de seguridad humana
  PNUD
Programa de las Naciones Unidas para el Desarrollo
  PNUMA
Programa de las Naciones Unidas para el Medio Ambiente
 
Ecobreves

 
 

COLÔMBIA Carros proibidos

Santafé de Bogotá - O segundo "Dia sem Carro", realizado no dia 1º de fevereiro, reduziu a poluição do ar na capital colombiana e permitiu aos motoristas de carros particulares redescobrirem a cidade. Os veículos foram substituídos pelo serviço público de transporte e cerca de 1,3 milhão de bicicletas. A melhoria mais notável foi na emissão de monóxido de carbono, que baixou 71% em relação a outros dias, segundo o Departamento Técnico-Administrativo do Meio Ambiente (DAMA) da prefeitura de Bogotá. Além disso, o ruído diminuiu 1,3%.

 
 

QUÊNIA Custo milionário

Nairóbi - O aquecimento global pode custar mais de US$ 300 bilhões por ano, a menos que sejam realizados esforços urgentes para frear as emissões de gases que causam o efeito estufa, segundo um relatório apresentado na capital do Quênia. Preparado por importantes empresas seguradoras, que fazem parte da iniciativa de serviços financeiros do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA), o relatório assinala que as perdas serão causadas, sobretudo, por ciclones tropicais freqüentes, erosão provocada pelo aumento do nível do mar e danos aos lençóis aqüíferos e às reservas pesqueiras e agrícolas. "O tempo para agir é agora", disse Klaus Toepfer, diretor-executivo do PNUMA, ao tomar conhecimento do documento, apresentado na véspera da reunião do Foro de Ministros de Meio Ambiente de todo o mundo, encerrado no dia 9 de fevereiro.

 
 

ARGENTINA Metrô suspenso

Buenos Aires - A Justiça argentina ordenou esta semana ao governo de Buenos Aires e à empresa Metrovías que suspendam a extensão de uma linha de trem subterrâneo, até que seja reduzido o ruído provocado pelo seu funcionamento. O juiz Juan Cataldo acatou um recurso apresentado por um cidadão, que teve apoio legal e técnico da não-governamental Fundação Ambiente e Recursos Naturais. A fundação indicou que o ruído da linha D do metrô da capital argentina, cujo trajeto se pretende ampliar, chega, em média, a 97 decibéis, com picos de 140. Ruído acima de 80 decibéis causa danos ao ouvido humano, segundo a Organização Mundial da Saúde.

 
 

CUBA Plástico reciclado

Havana - Cuba terá este ano sua primeira usina de reciclagem de lixo plástico, como parte de uma política oficial para reduzir a poluição ambiental e promover a chamada produção limpa. Funcionários do Ministério de Ciência, Tecnologia e Meio Ambiente informaram que a instalação da usina está em andamento. O programa nacional de reciclagem inclui o uso das águas residuais da indústria açucareira para a fertilização de cultivos de cana; instalação de moedores (despulpadoras) ecológicos de café e a utilização do farelo na alimentação do gado.

 


*Fonte: Inter Press Service.



Copyright © 2001 Tierramérica. Todos los Derechos Reservados