¿Lo Sabías?
PNUMAPNUD
Edición Impresa
MEDIOAMBIENTE Y DESARROLLO
 
Inter Press Service
Buscar Archivo de ejemplares Audio
 
  Home Page
  Ejemplar actual
  Reportajes
  Análisis
  Acentos
  Ecobreves
  Libros
  Galería
  Ediciones especiales
  Gente de Tierramérica
                Grandes
              Plumas
   Diálogos
 
Protocolo de Kyoto
 
Especial de Mesoamérica
 
Especial de Agua de Tierramérica
  ¿Quiénes somos?
 
Galería de fotos
  Inter Press Service
Principal fuente de información
sobre temas globales de seguridad humana
  PNUD
Programa de las Naciones Unidas para el Desarrollo
  PNUMA
Programa de las Naciones Unidas para el Medio Ambiente
 
Você sabia?


O HIV e a aids

A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (aids) é a última fase da infecção causada pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV). Uma pessoa infectada pelo HIV pode sentir-se saudável, e demonstrar saúde, por até dez anos ou mais, antes de aparecerem os sintomas da aids.

1- O que é a aids

- A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (aids) é a última fase da infecção causada pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV). Uma pessoa infectada pode sentir-se bem e demonstrar saúde por até dez anos ou mais, antes de surgirem os sintomas da aids. Mas, o HIV debilita continuamente o sistema de defesa do corpo até que este não possa mais lutar contra infecções, como pneumonia, diarréia, tumores e outras doenças.

2- Como posso contrair o HIV?
- A aids é uma doença transmitida principalmente pelo contato sexual. Quase todas as infecções pelo HIV ocorreram através de uma relação sexual não segura com alguém infectado pelo HIV. O vírus também pode ser transmitido pelo sangue infectado ou produtos do sangue (as transfusões) e por compartilhar agulhas contaminadas. Também a mãe pode infectar o filho antes do nascimento, durante o parto ou na amamentação. O HIV não é transmitido pelo contato humano diário.

3- Posso pegar aids a partir de um contato casual com uma pessoa infectada?
- Não. Isto quer dizer que com uma pessoa infectada pode-se praticar esportes e trabalhar juntos, dar as mãos, abraçar ou beijar no rosto ou nas mãos, dormir no mesmo quarto, respirar o mesmo ar, compartilhar toalhas e utensílios para comer e beber, usar as mesmas duchas de banho e nadar na mesma piscina. Não se pode pegar a doença através da expectoração, do espirro, das lágrimas, do suor, da picada de mosquitos ou outros insetos.

4- O que devo fazer para proteger a mim mesmo do HIV?
- Não existe uma vacina para imunizar as pessoas contra o HIV. Também não há cura. Isto significa que só existe uma maneira de evitar a aids: a prevenção.

5- Qual a forma mais segura de sexo?
- Naturalmente, estará totalmente livre de risco quem não mantém nenhum contato sexual. Também estará seguro quem tem uma relação estável, onde ambos estejam livres do HIV e sem que nenhum dos dois tenha outro parceiro sexual. O sexo sem penetração é outra forma de sexo seguro e diminui bastante o risco de infectar-se com o HIV. Você pode ter um alto grau de estimulação e prazer através das carícias, abraços, beijos e massagens em diferentes partes do corpo. O sexo seguro inclui o uso da camisinha, sempre usando-a de forma correta e apenas uma vez em cada relação.

6- O sexo oral é seguro?
- É preciso saber que o vírus HIV está presente nas secreções sexuais, incluindo as vaginais e o sêmen. Isto significa que tomar a secreção sexual do parceiro ou parceira na boca pode trazer um risco de infecção. É aconselhável fazer sexo oral apenas com alguma proteção, usando camisinha sobre o pênis ereto e colocando uma fina folha de borracha sobre as genitais femininas.

7- O beijo de língua apresenta riscos?
- O vírus da aids não é encontrada na saliva, em condições normais. De modo que quando duas pessoas sãs se beijam, mesmo com as línguas se tocando ou dentro da boca da outra pessoa, não deveria existir nenhum risco significativo. Mas, todos experimentamos alguma vez algum sangramento das gengivas ou uma pequena úlcera na boca. Há pessoas que têm isso quase que o tempo todo. Se isso acontece com as duas pessoas que se beijam, e se há troca de sangue entre as bocas, há um risco potencial de que o vírus possa ser transmitido. Porém, não é possível saber exatamente a importância do risco nesses casos.

8- Posso fazer sexo anal?
- O vírus da aids é transmitido mais facilmente de uma pessoa infectada para outra durante o sexo anal, mais do que o vaginal. Nesses casos, o uso de camisinha bem lubrificada é essencial para a proteção. Ao contrário da vagina, que produz secreções que lubrificam o sexo vaginal, o ânus não as produz. Sem essa lubrificação, a fricção adicional durante o sexo anal pode causar rompimento da camisinha. Em alguns lugares, é possível comprar camisinha fabricada especialmente para sexo anal. Se estes não estiverem disponíveis, deve ficar do lado mais seguro: buscar outras formas de ter satisfação sexual.

9- O que devo fazer se desconfiar que estou contagiado pelo HIV?
- Se pensa que pode estar com HIV e quiser tirar a dúvida, consulte um médico sobre os exames de sangue que diagnosticam o vírus. Se quiser consultá-lo por si mesmo, muitas cidades possuem centros de saúde onde pode-se conseguir o exame e uma boa ajuda psicológica, sem precisar identificar-se.

10- De que me serve saber se estou infectado?
- Isso lhe permitirá obter ajuda médica total e apropriada. Com cuidados adequados, pessoas com HIV podem viver muitos anos. E existem outras razões. Primeiro, se estiver infectado com o HIV e faz sexo com outras pessoas, há um grande risco de que possa transmiti-lo. É preciso assegurar-se de que não transmitirá a infecção. Em segundo lugar, se estiver infectado, certamente não irá querer que seu sangue seja utilizado em uma transfusão, caso tenha de doar sangue a alguém que necessite.

* Fonte: ONUSIDA, http://www.unaids.org/hivaidsinfo/faq/effect.html




Copyright © 2001 Tierramérica. Todos los Derechos Reservados
 

Crédito: Photo Stock.
 
Crédito: Photo Stock.