Va al Ejemplar actual
PNUMAPNUD
Edición Impresa
MEDIOAMBIENTE Y DESARROLLO
 
Inter Press Service
Buscar Archivo de ejemplares Audio
 
  Home Page
  Ejemplar actual
  Reportajes
  Análisis
  Acentos
  Ecobreves
  Libros
  Galería
  Ediciones especiales
  Gente de Tierramérica
                Grandes
              Plumas
   Diálogos
 
Protocolo de Kyoto
 
Especial de Mesoamérica
 
Especial de Agua de Tierramérica
  ¿Quiénes somos?
 
Galería de fotos
  Inter Press Service
Principal fuente de información
sobre temas globales de seguridad humana
  PNUD
Programa de las Naciones Unidas para el Desarrollo
  PNUMA
Programa de las Naciones Unidas para el Medio Ambiente

 
Conecte-se

Desertos

Os desertos evocam terras áridas e desabitadas, onde o fenômeno da vida é muito complicado. A verdade é que são ecossistemas com flora e fauna que cobrem pouco mais da quinta parte da superfície terrestre do planeta. "O deserto é uma terra de extremos", recorda o site de Desert Topics. Um deles é a brusca mudança de temperatura entre dias muito quentes e noites frias. E ainda são, sobretudo, radicais no sistema de chuvas: estas brilham por sua ausência.

A seca é a característica principal de um deserto. São lugares áridos, independentemente de serem quentes ou frios, de serem dominados por montanhas ou planícies, por pedras ou areia. A areia, por certo, está intimamente associada à idéia do deserto, mas cobre apenas 20% dos territórios como tal classificados. As plantas e os animais que vivem nos desertos são muito numerosos e têm uma característica comum: a habilidade de sobreviver com pouca água. Isto significa que possuem uma capacidade especial para encontrar e armazenar líquidos e contam com mecanismos biológicos para evitar sua perda ou evaporação.

Na Internet, os desertos estão presentes através de uma grande quantidade de sites que tentam explicar a natureza destes ecossistemas, ou que refletem a influência destes territórios misteriosos sobre a atividade humana, como por exemplo sobre a literatura. As evidências mais antigas dos desertos remontam há mais de cem milhões de anos. A aridez que determina sua aparição está estreitamente vinculada às condições do clima. Na atualidade, o aumento ou crescimento dos desertos é um problema ambiental grave, conhecido com os nomes de desertização ou desertificação.

Os desertos existem em diversos lugares do mundo, embora sua extensão territorial seja variável. Os mais extensos são Saara, Arábico, Gobi, Kalahari e o Australiano. Há quem considere que os pólos, embora cheios de gelo, são desérticos por sua aridez. E outros vão mais longe ainda: Marte também é um deserto.

Desertos: geologia e recursos (em inglês)
Os desertos (em espanhol)
Os principais desertos (em espanhol)
Aldeia educativa: desertos (em espanhol)
Desert topics: o que é um deserto (em inglês)
Convenção das Nações Unidas de Luta contra a Desertificação (em espanhol e inglês)
Desertos: uma aventura literária (em inglês)
Desertos do mundo (em inglês)
Principais desertos do mundo (em inglês)
Digital desert library (em inglês)
GeoVol - Desertos (em português)
Conheça o Deserto do Atacama (em português)
Desertos (em português)
Desertos: ausência de chuvas (em português)
Desertificação (em português)
Semdestino no Deserto (em português)
Geografia Geral - Desertos (em português)
Desertos: uma paisagem intrigante! (em português)
O conceito de desertificação (em português)
Alterações na vegetação (em português)
O mundo dos desertos (em português)
Desertificação (em português)

Alpacas

As alpacas, cujo nome na classificação natural é Lama Pacos, entraram na vida dos humanos há cerca de cinco mil anos, quando as civilizações andinas começaram a domesticá-las. E, atualmente, sustentam uma indústria de nível mundial. Quem entrar na Internet em busca de informação sobre este animal identificado com as alturas da cordilheira dos Andes terá uma surpresa: há muita informação, a maior parte produzida por fazendas onde são criadas, em lugares como Estados Unidos, Canadá, Austrália ou Espanha.

Este fenômeno foi detonado pela descoberta mundial da alta qualidade da fibra ou lã da alpaca, um fato que era conhecido desde tempos remotos pelos povos indígenas do Peru, Bolívia e Chile, que é onde se concentra mais de 90% da população desta espécie, estimada em mais de três milhões de exemplares. Embora em meados do século XIX a alpaca já fosse conhecida por alguns têxteis europeus, grande parte do "boom" vivido atualmente começou nos anos 80, quando começaram a proliferar as fazendas comerciais nos Estados Unidos.

Os sites da Internet dedicados a este negócio, como o Alpaca.com, oferecem todo tipo de informação sobre esta espécie sul-americana e sobre os riscos de investir em sua criação para obter sua apreciada lã. E também é possível encontrar na Internet oferta de produtos e até de animais. Inclusive, há leilões online. Os valores mais altos passam dos US$ 20 mil. As alpacas são pequenos camelídeos, palavra que indica seu parentesco com os camelos existentes em outras regiões do mundo. Na América do Sul é uma família formada também por lhamas, vicunhas e guanacos.

Nas zonas altas da cordilheira dos Andes, uma grande quantidade de população indígena vive do pastoreio destes animais. Entre eles a alpaca tem uma importância especial, por ser domesticável e ter uma alta produção de lã. A existência de alpacas "extra-andinas" ou criadas fora de seu lugar de origem representa um futuro incerto para estes pastoreios. Segundo algumas previsões, em 2030 essas fazendas poderão superar em número as da região andina, controlando, assim, os mercados que demandam esse tipo de fibra.

Alpacas: dados de interesse (em espanhol)
Alpaca.com (em inglês)
Camelídeos chilenos (em espanhol)
História dos camelídeos (em inglês)
Associação Internacional da Alpaca, Peru (em espanhol)
Nação alpaca: tudo sobre sua criação (em inglês)
Alpaca links (em inglês)
Yahoo!: criadores de alpacas (em inglês)
Camelídeos extra-andinos (em espanhol)

Tornados

Primeiro vem a calma, e logo a fúria desata: no centro de tudo pode estar o tornado, essa formação natural que se locomove a uma velocidade vertiginosa e sempre, inclusive nos filmes, parece aproximar-se de maneira inexorável. O tornado é um fenômeno natural que ocorre em todo o mundo, e há informações de grandes catástrofes na Ásia e também na Europa. Um site da Internet pertencente a um centro de pesquisa britânico vigia sua aparição nessa região do mundo, onde os relatos já os descreviam no século XI. Entretanto, os Estados Unidos são o palco principal destas violentas tormentas.

Em um ano qualquer podem acontecer cerca de mil tornados, com saldo de 80 mortos e cerca de 1500 feridos, segundo o site da web da Aministração Nacional Oceânica e Atmosférica desse país, conhecida como NOAA. Um tornado é uma coluna de ar que gira de maneira violenta, como resultado de tormentas geradas pelo encontro de massas de ar quente e frio. O resultado é uma formação com forma de cone que pode mover-se a grande velocidade pela superfície terrestre.

Há uma série de normas para proteger a população dos tornados, cuja intensididade é classificada como fraca, forte e violenta, segundo um sistema conhecido como Escala Fujita. Nos Estados Unidos, as medidas de emergência são ativadas através de alarmes quando um desses fenômenos é detectado, mas às vezes surgem de forma imprevista.

Os tornados fazem parte do imaginário humano, e sua peculiar forma deu origem a um negócio de filmes e outros objetos comerciais que os recordam. Também geram grande atração entre os turistas mais corajosos, que participam de "safáris" cujo objetivo é "caçar" esse tipo de tormenta. O interesse persiste na Internet, onde há uma grande quantidade de sites sobre o assunto, começando pelos que explicam sua natureza.

NOAA/EUA: tornados (em inglês)
Inglaterra: centro de pesquisa de tornados e tormentas (em inglês)
Discovery: tornado (em inglês)
O que é um tornado? (em espanhol)
Tornado: links e notícias (em inglês)
Projeto Tornado (em inglês)
Projeto Tornado: tornados no mundo (em inglês)
Escala Fujita (em espanhol)
NOAA: Está preparado para um tornado? (em espanhol)
Tornado: Safári (em inglês)
Tornados (em português)
Tornado doméstico: visualização de um 'tornado' dentro de uma caixa de papelão (em português)
Tornados e trombas d'água no Brasil
Tornados

 


 

Copyright © 2001 Tierramérica. Todos los Derechos Reservados

 

 

Desierto del Sahara visto por un satélite. Fuente: NASA
Desierto del Sahara visto por un satélite. Fuente: NASA

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

ALpacas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fuente: NOAA
Fuente: NOAA