Va al Ejemplar actual
PNUMAPNUD
Edición Impresa
MEDIOAMBIENTE Y DESARROLLO
 
Inter Press Service
Buscar Archivo de ejemplares Audio
 
  Home Page
  Ejemplar actual
  Reportajes
  Análisis
  Acentos
  Ecobreves
  Libros
  Galería
  Ediciones especiales
  Gente de Tierramérica
                Grandes
              Plumas
   Diálogos
 
Protocolo de Kyoto
 
Especial de Mesoamérica
 
Especial de Agua de Tierramérica
  ¿Quiénes somos?
 
Galería de fotos
  Inter Press Service
Principal fuente de información
sobre temas globales de seguridad humana
  PNUD
Programa de las Naciones Unidas para el Desarrollo
  PNUMA
Programa de las Naciones Unidas para el Medio Ambiente
 
Ecobreves

 
 

NICARÁGUA: Incentivo ao bom manejo de florestas

MANÁGUA.- O Fundo Mundial para a Natureza (WWF, sigla em inglês) impulsiona na Nicarágua programas de certificação voluntária para empresas processadoras de madeira e fabricantes de móveis comprometidas com o desenvolvimento sustentável das florestas.

De um total de 700 mil hectares de florestas certificadas na América Central, a Nicarágua tem menos de 20 mil, e o WWF considera prioritário melhorar essa situação, disse ao Terramérica o diretor florestal para a América Central dessa organização, Steve Gretsinger.

A certificação de produtos procedentes de florestas bem manejadas é um “mecanismo para frear o desmatamento e proporciona benefícios concretos, com mais vendas e aceitação no mercado”, acrescentou.

O WWF formou na região sua segunda rede de comércio florestal, chamada Jagwood+, e já concedeu certificação a quatro empresas produtoras e processadoras de madeira.

A iniciativa é apoiada pelas autoridades nicaragüenses através de normas sobre o assunto e apoio na busca de mercado para as empresas certificadas.

 
 

VENEZUELA: Furto de flamingos

CARACAS.- Centenas de filhotes de flamingo rosado (Phoenicopterus ruber), talvez até 1,5 mil, foram roubados nas últimas semanas do refúgio de fauna Ciénaga de Los Olivitos, perto do Mar do Caribe e do Lago de Maracaibo, no noroeste da Venezuela.

As autoridades detectaram o crime ao investigarem denúncias anônimas.

A Ciénaga de Los Olivitos, de 25.727 hectares, abriga cerca de 20 mil flamingos, mais da metade do total dos 37 mil do país, segundo projeções de censos feitos em 1996 e 1998.

As belas aves deixam a zona em março e regressam em julho, por isso “nestes dias cerca de duas mil fêmeas ainda estão aninhando”, disse Beatriz Nava, do grupo ambientalista Azul, que pediu mais vigilância.

As autoridades investigaram embarcações de 95 pescadores e 22 pequenos transportadores, sem encontrar sinais dos filhotes, que receberiam anéis de identificação colocados por funcionários do estatal Instituto de Parques.

 
 

HONDURAS: Proibida a construção perto de represas

TEGUCIGALPA.- A Promotoria do Meio Ambiente e a Secretaria de Recursos Naturais de Honduras baixarão, no dia 13 de fevereiro, um regulamento proibindo construir perto das represas que abastecem de água a capital do país.

Os problemas de água potável em Tegucigalpa se devem, em parte, “ao grave desmatamento que apresentam suas principais bacias hidrográficas, a ponto de afirmar-se que para uma delas só restam cinco anos de vida”, disse ao Terramérica o promotor do Meio Ambiente, Mario Chinchilla.

“Estamos ficando sem fontes de água e a cidade cresce a um ritmo acelerado e descontrolado. Foram desmatadas áreas inteiras para construir casas e é urgente proibí-las”, disse.

Chinchila anunciou que o regulamento se aplicará em seguida em todo o país. Anualmente existe racionamento de água potável de seis a dez horas por dia em Tegucigalpa para poder atender a demanda no verão.

 
 

CHILE: Nova autoridade ambiental

SANTIAGO.- Paulina Saball, uma assistente social com estudos em urbanismo, foi designada pelo presidente chileno, Ricardo Lagos, diretora-executiva da Comissão Nacional do Meio Ambiente (Conama), depois da conflitiva renúncia do titular anterior, Gianni López.

Saball, que desde 1999 era vice-ministra de Bens Nacionais, assumirá a chefia da Conama no dia 25 de fevereiro, e é a terceira mulher no cargo.

A renúncia de López, impulsionada por um polêmico projeto de lei sobre “bônus de descontaminação”, deixou clara, segundo setores ecologistas, a fraca institucionalidade ambiental no Chile, onde a Conama depende do ministério chamado Secretaria Geral da Presidência, suscetível a pressões políticas.

No dia 2 de fevereiro, enquanto Lagos anunciava que aceitava a renúncia de López e nomeava Saball, a ong Fundação Terram apresentou uma proposta de reforma institucional para dotar a Conama de autonomia e legitimá-la como um organismo técnico.

 
 

BRASIL: Alerta contra a gripe do frango

RIO DE JANEIRO.- O governo brasileiro prepara medidas preventivas contra a gripe do frango, já registrada em uma dezena de países asiáticos, embora se considere distante a possibilidade de sua chegada ao país.

Está em estudos a desinfecção obrigatória de sapatos de quem entra no país e também de produtos e aviões procedentes de nações afetadas pela enfermidade. A importação de frango e de seus subprodutos dessas nações já foi proibida.

Três centros de pesquisa estão capacitados para identificar o vírus H5N1, causador da doença. Em caso de suspeita, a pessoa supostamente infectada será isolada, explicou a especialista Terezinha de Paiva, do Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo.

A preocupação é sanitária e comercial. O Brasil exportou, em 2003, US$ 1,8 bilhão em frangos e está conquistando mercados que suspenderam importações dos países asiáticos afetados. Teme-se perder essa vantagem se o vírus surgir no país.

 
 

BRASIL: Alerta contra a gripe do frango

RIO DE JANEIRO.- O governo brasileiro prepara medidas preventivas contra a gripe do frango, já registrada em uma dezena de países asiáticos, embora se considere distante a possibilidade de sua chegada ao país.

Está em estudos a desinfecção obrigatória de sapatos de quem entra no país e também de produtos e aviões procedentes de nações afetadas pela enfermidade. A importação de frango e de seus subprodutos dessas nações já foi proibida.

Três centros de pesquisa estão capacitados para identificar o vírus H5N1, causador da doença. Em caso de suspeita, a pessoa supostamente infectada será isolada, explicou a especialista Terezinha de Paiva, do Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo.

A preocupação é sanitária e comercial. O Brasil exportou, em 2003, US$ 1,8 bilhão em frangos e está conquistando mercados que suspenderam importações dos países asiáticos afetados. Teme-se perder essa vantagem se o vírus surgir no país.



* Fonte: Inter Press Service.


Copyright © 2007 Tierramérica. Todos los Derechos Reservados