PNUMA PNUD
Ecobreves
Edição Impressa
MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO
English Version Versión en Español
Buscar Archivo de ejemplares  
 
  Home Page
  Reportagens
  Análise
  Destaques
  Ecobreves
  Galeria
  Gente de Terramérica
                Grandes
              Nomes
   Entrevistas
  ¿Quem somos?
  Inter Press Service
Principal fonte de informação sobre temas globais de segurança humana
  PNUD
Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento
  PNUMA
Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente


Ecobreves

 
 

GUATEMALA: Vigiando a flora e fauna

GUATEMALA.- Nos próximos dois meses será instalado no departamento de El Petén, norte da Guatemala, um centro biológico para receber dados transmitidos por satélites da fauna e flora que cerca o Parque de Yaxhá.

Também poderão ser detectadas invasões ilegais e a ação contra iminentes incêndios, explicou ao Terramérica Federico Fahsen, dirigente da Associação Projetamos Yaxhá.

“El Petén é o último pulmão de reserva natural e oxigênio da Guatemala”, disse Vinício Montero, diretor do Conselho Nacional de Áreas Protegidas.

O funcionário comentou que os dados permitirão conseguir mais informações sobre centenas de crocodilos, tartarugas brancas, aves migratórias, tapires, jaguares e veados de rabo branco que habitam a região.

O Parque de Yaxhá tem 37 mil hectares de reserva e entre suas atrações estão a beleza de uma lagoa natural e antigos templos maias.

 
 

BRASIL: Expansão de transgênicos

RIO DE JANEIRO.- As plantações de transgênicos terão rápida expansão no Brasil, agora que a Lei de Biosegurança, aprovada no dia 2 de março pelo Congresso, permite legalizar essa tecnologia.

Assim demonstra a competição iniciada entre empresas que desenvolvem variedades de sementes, sobretudo de soja. A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) apresentou, na segunda semana de março, oito variedades de soja geneticamente modificada, em uma feira na cidade de Não-Me-Toque.

“São especiais para o cultivo no sul do Brasil”, muito produtivas e resistentes a pragas, explicou ao Terramérica Paulo Bertagnolli, especialista em melhoramento de soja da Embrapa, que também já desenvolveu variedades transgênicas adaptadas a outros ecossistemas. Os agricultores demonstraram “enorme interesse”, mas as sementes autorizadas ainda vão demorar muitos anos para conquistar o mercado. Os plantadores de soja “se acostumaram” às ilegais, contrabandeadas da Argentina, que são menos produtivas e trouxeram pragas, lamentou Bertagnolli.

 
 

VENEZUELA: Cães e gatos envenenados

CARACAS.- Centenas de cães e gatos morreram na Venezuela nas últimas semanas, depois de consumirem rações Dog Chow e Cat Chow, da multinacional Purina, que acidentalmente distribuiu lotes contaminados por aflatoxina, uma substância nociva que se desenvolve no milho por excesso de calor e umidade.

“A aflatoxina (produzida pelo fungo aspergillus) afeta o fígado de alguns animais de maneira semelhante à hepatite. Suspendemos a produção e começamos a recolher os lotes em todo o país”, disse ao Terramérica Germán García, gerente de marca da Purina Venezuela.

Alguns donos de animais querem que a empresa deixe o país, mas a Purina não considera essa opção, “pois há muitos postos de trabalho em jogo”, disse García, e optou por apresentar desculpas públicas, assumir os gastos com veterinários com os animais doentes e devolver o dinheiro a quem comprou seus produtos contaminados.

 
 

CHILE: Devastador balanço de incêndio.

SANTIAGO.- Nos 16 mil hectares consumidos por um incêndio no Parque Nacional Torres Del Paine, no Chile, sucumbiram florestas de lenga, coigue de Magalhães, ñirre (árvores típicas do país), matagais, pradarias e estepes, junto com o hábitat de guanacos, pumas, raposas e nhandus, entre outros.

O fogo, provocado acidentalmente por um turista com um pequeno fogão a gás, em um lugar não autorizado, começou no dia 17 de fevereiro na região nordeste, perto da base dos Maciços do Paine, de 3.050 metros de altitude. Ainda restam alguns pequenos focos de incêndio, que devem ser controlados nos próximos dias.

Criado em 1959, o Parque foi declarado reserva da biosfera em 1978 pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura. Localiza-se no extremo sul do Chile e cobre 181 mil hectares.

Para Rodrigo Pizarro, diretor-executivo da Fundação Terram, a destruição é irreparável. “Pode-se trabalhar, replantar, fortalecer as ações de conservação, até recriar a floresta, mas nunca um ecossistema criado naturalmente durante milhares de anos”, disse ao Terramérica.

 
 

CUBA: Lixo útil

HAVANA.- Um moderno sistema para recolher lixo sólido urbano que será instalado no município de Playa permitirá converter desperdícios biodegradáveis em fertilizantes e biogás, além de contribuir para a proteção da saúde e do meio ambiente.

O projeto, que paulatinamente pode ser estendido a outros pontos da cidade e do país, contará com US$ 2 milhões fornecidos pela Suíça através de sua Secretaria de Estado para Assuntos Econômicos e inclui a participação cidadã para a classificação do lixo, informaram ao Terramérica os promotores da iniciativa.

As casas receberão recipientes para se colocar papel e papelão, metais, plásticos e vidro. O biogás pode ser utilizado como combustível doméstico e em automóveis. A implementação desse projeto envolve, entre outras instituições, a Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial, o Ministério para o Investimento Estrangeiro e a Colaboração Econômica, além de serviços municipais de Playa.



* Fonte: Inter Press Service.

Copyright © 2007 Tierramérica. Todos os Direitos Reservados